• Almoço de Confraternização da Associação de Produtores de Alimentos Orgânicos (Eco 17 – Rio Preto e Região) em Potirendaba – SP

    Date: 2012.06.30 | Category: CECMundoRural | Tags:

    Boa Noite Amig@s do Mundo Rural!

    A Associação de Produtores de Alimentos Orgânicos (Eco 17 – Rio Preto e Região), está organizando um almoço de confraternização dia 01 – 07 – 2012 às 12:00h no Salão da Capela de Santos Reis de Potirendaba – SP. O valor arrecadado será utilizado para organizar a Associação. O valor será de R$20,00.

    Há alguns anos, a Associação promove, aos sábados, uma feira de alimentos orgânicos em frente à Farmácia Grindélia (Av. Francisco Chagas Oliveira , nº 1320), em frente ao SESC – Rio Preto.  No mercado de alimentos orgânicos, as associações de produtores vão além da simples intermediação de vendas. Além de dar a seus associados orientação sobre o manejo e a venda dos alimentos, elas garantem a certificação dos produtores, que dividem os custos desse serviço. Os membros da Associação, por exemplo, aprenderam juntos os princípios da produção orgânica. Os associados comercializam os alimentos que produzem em feiras.

    Produto orgânico é todo aquele produzido sem o uso de adubos químicos, defensivos ou agrotóxicos. Ele é mais saudável porque não contém as substâncias químicas que os produtos tradicionais absorvem dos defensivos agrícolas geralmente usados nas lavouras, ou mesmo na produção de proteína animal onde podem ser utilizados antibióticos.

    Todo agrotóxico, defensivo ou mesmo fertilizante químico aplicado em uma lavoura deixa resquícios dos seus compostos nos produtos onde foi aplicado. Ainda mais, se a aplicação for feita de maneira errada, o que também pode causar danos para o próprio agricultor, no caso das lavouras.

    Do ponto de vista ambiental a agricultura orgânica traz vantagens porque evita a contaminação de mananciais de água, do solo e o esgotamento dos nutrientes do solo pelo uso da monocultura. Além do que, gera um sentimento de respeito à natureza e integração.

    A produção orgânica exige um manejo integrado da produção com o objetivo de garantir sua qualidade e evitar possíveis perdas ou pragas de maneira natural. Em lavouras, por exemplo, é utilizado o plantio consorciado (quando se planta duas culturas ao mesmo tempo ou alternadamente) com o fim de evitar o esgotamento do solo e o plantio em curvas de nível.

    É importante não confundir produto orgânico com produto natural ou hidropônico. Produto natural é todo aquele que provém da natureza, o que não quer dizer que seja benéfico nem livre de agrotóxicos. E hidropônico é todo produto cultivado na água, onde podem ser utilizados adubos químicos solúveis, o que já descarta a possibilidade de serem orgânicos.

    Texto elaborado a partir de diversas fontes.