Posts Tagged ‘são josé do rio preto – sp’

  • Excursão Didática Horta Mandalla – Ipiguá – SP

    Date: 2016.11.22 | Category: CECMundoRural, Sem categoria | Response: 12

    Resultado de imagem para horta tipo mandala

    Car@s Alun@s da Pedagogia Ibilce/Unesp-Rio Preto, bom dia!

    Estamos organizando uma excursão didática dos alunos da Pedagogia do Ibilce/Unesp – São José do Rio Preto à Horta Mandalla de Ipiguá – SP.

    O que é a Horta Mandalla? Mandala significa círculo mágico, concentração de energia, e é considerada universalmente, como o símbolo da integração e da harmonia. Inspirados nesse conceito, o casal Ceci e Reinaldo criaram em Ipiguá – SP uma horta orgânica em torno de um círculo côncavo de barro rodeado por outros nove círculos com produtos hortifrutigranjeiros, sendo que cada um deles representa um dos planetas do sistema solar. Para quem ainda não conhece uma horta orgânica, a visita irá colocá-lo diante dessa nova realidade concreta.

    Maiores informações sobre a Horta Mandalla você poderá acessar o link:

    https://awebic.com/cultura/horta-organica/

    Haverá um ônibus institucional para a viagem da Unesp-Rio Preto / Horta Mandalla-Ipiguá /Unesp-Rio Preto, no dia 03-12-2016, sábado, em frente ao saguão principal do Ibilce/Unesp-Rio Preto, a partir das 7h:30min., com saída às 8h:00min. Não há custos, somente o participante deverá levar dinheiro se quiser adquirir os produtos da Horta Mandalla.

    A excursão didática será monitorada por companheir@s do Centro de Estudos e Culturas do Mundo Rural. Assim, solicitamos que você confirme sua presença, enviando nome completo, RG e RA para o endereço eletrônico: fabio@fabiofernandesvillela.pro.br, até no máximo 01-12-2016.

    Programação na Horta Mandalla:

    8 às 9 horas: Chegada e recepção.

    9 às 11:30 horas: Visita monitorada às instalações da Horta Mandalla.

    11:30 horas: Lanche coletivo (o participante deverá levar uma pequena porção de alimentos: bolos, sanduíches, etc., chás, café e/ou suco) para partilhar coletivamente com os participantes.

    12 horas: Retorno para São José do Rio Preto – SP.

    Saudações, Prof. Fábio Villela.

  • Mulheres e Educação do Campo

    Date: 2016.11.13 | Category: CECMundoRural | Response: 9

    Resultado de imagem para bandeira movimento de mulheres campones

    Bandeira do  Movimento de Mulheres Camponesas

    Bom dia amig@s do mundo rural! Tudo bem?

    Esta é a área para a postagem do módulo 4 do curso: “Território Caipira: Uma Civilização do Milho”. Vocês devem fazer uma reflexão, no máximo 2 parágrafos, sobre à temática: “Mulheres e Educação do Campo”, a partir da leitura dos textos da bibliografia do curso proposta:

    * PINASSI, Maria O. O protagonismo das mulheres no MST. In: IV Simpósio Lutas Sociais na América Latina, 2010, Londrina. Anais do IV simpósio Lutas Sociais na América Latina. Londrina: Gepal, 2010. v. 1. p. 125-137.

    * SALVARO, Giovana Ilka Jacinto. Jornadas de trabalho de mulheres e homens em um assentamento do MST. Revista Estudos Feministas (UFSC. Impresso), Florianópolis, v. 12, n.1, p. 321-330, 2004.

    Como atividade complementar, os participantes devem assistir ao documentário: “As Sementes” (2015), do diretor Beto Novaes, o qual retrata a história de mulheres que, de diversas maneiras, têm atuado em defesa da agroecologia no Brasil. O documentário é um mergulho nas trajetórias de vida de quatro agricultoras que participam ativamente dos movimentos agroecológicos no Brasil e que se tornaram referências e/ou lideranças sociais e políticas em seus territórios. Este filme mostra o quanto as práticas agroecológicas potencializam a participação das mulheres na unidade produtiva – desde o plantio até a comercialização – propondo relações de gênero igualitárias no campo. Um trabalho de coleta e manejo da natureza que contribui para a soberania alimentar, a preservação da biodiversidade e para o resgate das sementes crioulas.

    Link do documentário no Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=CCZcOCcm-9Q

    Bom trabalho, Prof. Fábio Villela.

  • Cultura Ambiental e Educação do Campo

    Date: 2016.11.04 | Category: CECMundoRural | Response: 8

      Entre o milharal (sem data). Óleo sobre tela de Henrique Pinto. Museu Carlos Costa Pinto, Salvador.

    Entre o milharal (sem data). Óleo sobre tela de Henrique Pinto. Museu Carlos Costa Pinto, Salvador, Portugal.

    Bom dia amig@s do mundo rural! Tudo bem?

    Esta é a área para a postagem do módulo 1 do curso: “Território Caipira: Uma Civilização do Milho”. Vocês devem fazer uma reflexão, no máximo 2 parágrafos, sobre à temática: “Cultura Ambiental e Educação do Campo”, a partir da leitura dos textos da bibliografia do curso proposta:

    * VILLELA, Fábio Fernandes. Cultura ambiental no território caipira: história e saberes tradicionais das mulheres do noroeste paulista. Retratos de Assentamentos. v.19, p.323 – 350, 2016. Disponível em: < http://www.uniara.com.br/nupedor/revista-retratos/ >. Acesso em 05 novembro de 2016.

    * HOLANDA, Sérgio B. Caminhos e fronteiras. 3. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

    * SETUBAL, Maria Alice (Org.). Coleção Terra Paulista: histórias, arte, costumes. São Paulo: Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária/ CENPEC, Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2004. 3v.

    Como atividade complementar, os participantes devem assistir ao vídeo sobre a Pedagogia Histórico-Crítica com o Prof. Dermeval Saviani disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=Y_1XO11Il94

    Bom trabalho! Prof. Fábio Villela.

  • 1º Feira da Reforma Agrária em São José do Rio Preto – SP

    Date: 2016.10.27 | Category: CECMundoRural | Response: 0

    Bom dia amig@s do mundo rural! Tudo bem?

    Em São José do Rio Preto – SP acontece a 1º Feira da Reforma Agrária em frente ao Estádio Anísio Haddad. A feira será na sexta-feira, dia 28-10 (a partir das 16:00h) e no sábado, 29-10 (das 8:00h as 18:00h). Agricultores da região mostram a diversidade brasileira no campo, com itens saudáveis e sem veneno. Um dos objetivos é dar visibilidade à produção de acampamentos e assentamentos de reforma agrária, que costuma não ter espaço na cidade e na mídia tradicional. Até lá, Fábio Villela.

  • Excursão Didática 2017: Escola Nacional Florestan Fernandes – ENFF

    Date: 2016.07.08 | Category: CECMundoRural | Response: 0

    074

    (Escola Nacional Florestan Fernandes  – ENFF  Guararema – São Paulo – SP – Brasil)

    Bom Dia Querid@s Alun@s! Tudo bem?

    Situada em Guararema (a 70 km de São Paulo), a Escola Nacional Florestan Fernandes foi construída, entre os anos 2000 e 2005, graças ao trabalho voluntário de pelo menos mil trabalhadores sem terra e simpatizantes. Nos cinco primeiros anos de sua existência, passaram pela escola 16 mil militantes e quadros dos movimentos sociais do Brasil, da América Latina e da África. Não se trata, portanto, de uma “escola do MST”, mas de um patrimônio de todos os trabalhadores comprometidos com um projeto de transformação social. Entretanto, no momento em que o MST é obrigado a mobilizar as suas energias para resistir aos ataques implacáveis dos donos do capital, a escola torna-se carente de recursos.  Nós não podemos permitir, sequer tolerar a ideia de que ela interrompa ou sequer diminua o ritmo de suas atividades.

    A escola oferece cursos de nível superior, ministrados por mais de 500 professores, nas áreas de Filosofia Política, Teoria do Conhecimento, Sociologia Rural, Economia Política da Agricultura, História Social do Brasil, Conjuntura Internacional, Administração e Gestão Social, Educação do Campo e Estudos Latino-americanos. Além disso, cursos de especialização, em convênio com outras universidades (por exemplo, Direito e Comunicação no campo).

    O acervo de sua biblioteca, formado com base em doações, conta hoje com mais de 40 mil volumes impressos, além de conteúdos com suporte em outros tipos de mídia. Para assegurar a possibilidade de participação das mulheres, foram construídas creches (as cirandas), onde os filhos permanecem enquanto as mães estudam.

    Página Facebook da ENFF:

    https://www.facebook.com/pages/ENFF-Escola-Nacional-Florestan-Fernandes/407714382684863

    Vídeo sobre a ENFF no Youtube:

    https://www.youtube.com/watch?v=5HfY1jbaifc

    Vídeo sobre os Sem Terrinhas:

    https://www.youtube.com/watch?v=CQF6a838wD0

    A Mística do MST:

    https://www.youtube.com/watch?v=oTsAMvffccE

    Segue abaixo o informe e programação da excursão didática à Escola Nacional Florestan Fernandes  – ENFF. Saudações, Prof. Fábio Fernandes Villela.

    ***

    Car@s Alun@s da Pedagogia Ibilce/Unesp-Rio Preto,

    Estamos organizando a excursão didática dos alunos da Pedagogia e Letras do Ibilce/Unesp – São José do Rio Preto à Escola Nacional Florestan Fernandes, 24 de junho, sábado, 2017.

    Para quem ainda não conhece esse projeto, a visita vai colocá-lo diante de uma nova realidade concreta, construída, de forma voluntária e coletiva, pelos próprios alunos, que aponta para um futuro no qual a dignidade do ser humano não será mais privilégio de poucos.

    Além disso, você vai compreender que a Escola não é um projeto acabado, é um projeto em construção e sua visita tem também a intencionalidade de convidá-l@ a participar dessa construção. Sem você, sem todos nós, esse projeto não é possível.

    A despesa do aluno será de R$ 25,00, valor repassado para a ENFF para contemplar custos com café da manhã e almoço (entregar no dia para o Prof. Fábio Villela).

    Haverá um ônibus para a viagem da Unesp/Rio Preto-ENFF-Unesp/Rio Preto, 24 de junho de 2017, horário 00h:01min., (meia-noite e um), em frente ao saguão principal do Ibilce/Unesp-Rio Preto, para chegar 6h:00min. da manhã do dia 24 de junho na ENFF.

    A excursão didática será monitorada por companheir@s da ENFF e do NARA-RP (Núcleo de Ação pela Reforma Agrária de São José do Rio Preto – SP). Assim, solicitamos que você confirme sua presença, enviando nome completo e RG para o endereço eletrônico: fabio@fabiofernandesvillela.pro.br, até 22-06-2017.

    Programação na ENFF:

    8 às 9 horas:  Chegada, recepção e café

    9 às 12 horas:  Exibição do vídeo “ENFF – Uma Escola em Construção”, Apresentação do projeto da ENFF e da Associação dos Amigos da ENFF, Debate

    12 às 13 horas:  Almoço

    13 às 14 horas:  Visita monitorada às instalações da ENFF.

    14 às 15 horas:  Momento de solidariedade, depoimentos e mística de encerramento (coordenado pelos companheir@s do NARA-RP – Núcleo de Ação pela Reforma Agrária de São José do Rio Preto – SP).

    16 horas:  Retorno para São José do Rio Preto – SP.

    ***

    Seja um sócio da Associação de Amigos da Escola Nacional Florestan Fernandes.

    Rua da Abolição nº 167 – Bela Vista

    São Paulo – SP – Brasil – CEP 01319-030

    Telefone: (11) 3105-0918

    Celular: (11) 99454-9030

    Email: associacao@amigosenff.org.br

  • Congresso de Formação de Professores: de 11 a 13 Abril de 2016

    Date: 2016.04.10 | Category: CECMundoRural | Response: 0

    (O Homem do Futuro, 1933, Paul Klee).

    Bom dia Amig@s do Mundo Rural! Tudo bem?

    Convido a tod@s para o  III Congresso Nacional de Formação de Professores (CNFP) e o XIII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores (CEPFE) que serão realizados em Águas de Lindóia/SP, no período de 11 a 13 de abril de 2016. O tema central é “Profissão de Professor: cenários, tensões e perspectivas”.  A realização é da Pró-reitoria de Graduação da Unesp. Destaco o minicurso sobre este blog de aula Centro Virtual de Estudos e Culturas do Mundo Rural, especialmente utilizado para desenvolver tópicos da área de educação cooperativa para alunos, em situação de bullying escolar, regularmente matriculados em escolas de São José do Rio Preto – SP.

    Website do congresso:

    http://www.geci.ibilce.unesp.br/logica_de_aplicacao/site/index_1.jsp?id_evento=64

    Saudações, Prof. Fábio Villela.

  • 1° Feira Nacional da Reforma Agrária

    Date: 2015.10.22 | Category: CECMundoRural | Response: 0

    Bom dia amig@s do mundo rural!

    Estamos divulgando a 1° Feira Nacional da Reforma Agrária. Segue abaixo a chamada e um vídeo no youtube. Saudações, Prof. Fábio Fernandes Villela.

    ***

    1° Feira Nacional da Reforma Agrária

    De 22 a 25/10, mais de 500 agricultores de 23 estados mais o Distrito Federal estarão presentes na 1° Feira Nacional da Reforma Agrária no Parque da Água Branca, em São Paulo.

    A população paulistana terá acesso a toneladas de alimentos a preços populares, produzidos nas áreas de assentamentos da Reforma Agrária de todas as regiões do país.

    Além da feira, quem vier ao Parque encontrará também uma vasta programação, com shows, intervenções culturais, seminários e uma Praça de Alimentação com comidas típicas de cada região.

    A Feira também é uma oportunidade de estreitar o diálogo entre a população do campo e da cidade, mostrando a importância da Reforma Agrária na produção de alimentos saudáveis para a mesa do povo brasileiro.

    Vídeo no youtube: https://www.youtube.com/watch?v=mf1REPzfqOo&feature=youtu.be

  • Núcleo Negro da UNESP para Pesquisa e Extensão – NUPE

    Date: 2015.10.18 | Category: CECMundoRural | Response: 0

    Boa noite amig@s! Tudo bem?

    Hoje apresento para vcs o Projeto Núcleo Negro da UNESP para Pesquisa e Extensão – NUPE. O núcleo tem em vista desenvolver e estimular atividades de extensão e de pesquisa na UNESP sobre temas atinentes à questão do negro, inclusive em cooperação com outras instituições. O NUPE congrega professores, pesquisadores e alunos da UNESP envolvidos ou interessados em desenvolver pesquisas acadêmicas e atividades de extensão voltadas à questões do negro e/ou que possam subsidiar o pensamento e a discussão dessa temática. O NUPE se vincula à Pró-Reitoria de Extensão Universitária – PROEX.

    São objetivos gerais do NUPE: (1) estimular o trabalho cooperativo, na perspectiva da integração das Unidades unespianas; (2) estimular o estabelecimento de acordos com outras instituições, universidades públicas e privadas, organizações não governamentais e entidades afins, mantendo sempre sua finalidade acadêmica de pesquisa e extensão; (3) facilitar o acesso dos pesquisadores à produção científica no âmbito acadêmico e fora dele sobre a temática do negro; (4) internalizar na UNESP o estudo, a pesquisa e o debate sobre a temática do negro; (5) desenvolver mecanismos de divulgação e difusão da produção e experiência do NUPE; (5) promover o intercâmbio de âmbito nacional e internacional com outras instituições visando ao desenvolvimento do NUPE.

    São objetivos específicos do NUPE: (1) gerar conhecimento novo e relevante sobre questões relativas ao negro;(2) implantar e manter banco de dados temático; (3) divulgar por meio de publicações, eventos e internet os conhecimentos e os dados gerados ou disponíveis em decorrência do Projeto; (4) captar recursos financeiros com o desenvolvimento de pesquisa e extensão próprias, bem como administrá-los.

    O Grupo de Trabalho da UNESP de  São José do Rio Preto é constituído pelos seguintes integrantes: Alecssandro Andrade Rodrigues; Alex da Silva Cardoso; Ana Maria Klein (Coordenadora do GT – Departamento de Educação – Ibilce – Unesp – S. J. Rio Preto), Andreia Cristina Fidelis; Aparecida Saturnino M. Romero; Cláudia Maria Ceneviva Nigro; Daniela Carla Negrini; Davi Souza; Fabio Fernandes Villela; Fernanda Motta de Paula Resende; Humberto Perinelli Neto; Ivan dos Reis Miranda; Lauro Amorim; Luana Passos; Marcos Serzedello; Monica Abrantes Galindo; Regina Aparecida da Silva.

    Maiores informações entrar em contato através do e-mail: fabio@fabiofernandesvillela.pro.br

  • Programa Núcleos de Ensino da Unesp da Pró-Reitoria de Graduação – PROGRAD, Câmpus de São José do Rio Preto

    Date: 2015.09.28 | Category: CECMundoRural | Response: 0

    Bom dia amig@s do mundo rural! Tudo bem?

    Hoje deixo uma postagem sobre o Programa Núcleos de Ensino da Unesp da Pró-Reitoria de Graduação – PROGRAD. O Programa Núcleos de Ensino da Unesp da Pró-Reitoria de Graduação – PROGRAD, Câmpus de São José do Rio Preto tem por objetivos: (1) promover a parceria entre a Universidade e a escola pública; (2) incentivar o ensino e a pesquisa de caráter disciplinar ou interdisciplinar nas unidades de Educação Infantil, Fundamental e Médio do Sistema Público de Ensino; (3) promover ações educativas e inclusivas junto aos movimentos sociais; (4) apoiar a produção de material didático-pedagógico; (5) contribuir com os processos de formação inicial dos graduandos da Unesp e de formação continuada dos professores da rede pública de ensino.

    A Reitoria da Unesp criou os Núcleos Regionais de Ensino com a finalidade de defender o ensino público e gratuito da pré-escola, do 1º e 2º graus. Em cada Unidade Universitária da Unesp existe um Núcleo Regional de Ensino. Cada Núcleo tem um coordenador e um vice-coordenador escolhido por seus pares entre os professores da Unesp que tiveram projetos aprovados pela Pró-reitoria de Graduação, nos últimos dois anos. Os Núcleos de Ensino da Unesp têm por metas prioritárias a produção de conhecimento na área educacional e a formação inicial e continuada do educador, pautadas pela articulação entre ensino, pesquisa e extensão, e nos princípios da cidadania e da justiça social.

    O Núcleo de Ensino é um programa de responsabilidade da Pró-reitoria de Graduação – PROGRAD com objetivo de trabalhar com os cursos de graduação no desenvolvimento de práticas educacionais nas escolas de educação infantil, ensino fundamental e ensino médio, visando a melhoria, compreendida em termos de: (1) competência do profissional a ser formado pela Unesp; (2) competência das equipes técnico-administrativas; (3) competência dos docentes, no que diz respeito às suas tarefas de educadores, vista também pela ótica do ensino das disciplinas que lecionam, e da aprendizagem dos seus alunos; (4) desenvolvimento de programas, cursos, oficinas pedagógicas e de outras atividades relevantes à educação e ao desempenho do profissional; (5) desenvolvimento de temas significativos para a Educação e para a política educacional do Brasil; (6) estabelecer parcerias com prefeituras, diretoria de ensino, escolas estaduais e municipais, sindicatos e movimentos sociais dispostos a transformar a dinâmica da educação; (7) estimular, desenvolver e manter o trabalho em equipe e multi-equipe, no sentido de possibilitar estudos teóricos e práticos, em diferentes especialidades significativas para a Educação; (8) congregar equipes do campus universitário que desenvolvam trabalhos relativos à educação; sejam esses trabalhos subvencionados por agências de fomento ou não.

    O Programa Núcleos de Ensino do Ibilce – Unesp – São José do Rio Preto possui 14 projetos e coordenadores: (1) Meninas fazendo ciências: não provoque, é cor de rosa choque (Monica Abrantes Galindo de Oliveira); (2) Grupo de estudos e diálogos sobre Educação em Direitos Humanos e Diversidades na escola (Ana Maria Klein); (3) O Cinema no ensino da Literatura (Cláudia Maria Ceneviva Nigro); (4) Temática ambiental, Educação Ambiental e o Ensino de Ciências nas séries iniciais (Edilson Moreira de Oliveira); (5) Tecnologias na sala de aula (Eloi da Silva Feitosa); (6) Trabalhando Geometria no Ensino Fundamental com Informática e Material Concreto (Erminia de Lourdes Campello Fanti); (7) Educação Cooperativa e Novas Tecnologias: Projeto de Prevenção ao Bullying Escolar entre Jovens de Escolas de Meio Rural através do Uso de Novas Mídias Sociais (Fábio Fernandes Villela); (8) Observatório de Políticas e Práticas Inclusivas na Educação (Fernanda Motta de Paula Resende); (9) Cine em sala: o emprego de curtas metragens em sala de aula na rede municipal de ensino de São José do Rio Preto (Humberto Perinelli Neto); (10) Elaboração e aplicação de Unidades Didáticas com foco em Representação Química (Jackson Gois da Silva); (11) Repetição, Autoria e a Interpretação da Física de Partículas Elementares Mediante a Leitura de Textos (Leandro Londero da Silva); (12) Da formação continuada à formação inicial: uma intervenção no ensino (da gramática) da língua portuguesa (Lília Santos Abreu-Tardelli); (13) E ai Justino?! Atuação de agentes multiplicadores para orientação sexual entre alunos do ensino médio e fundamental (Luciana Aparecida Nogueira da Cruz); (14) A formação inicial e continuada do professor de línguas como um agente humanizador (Marta Lúcia Cabrera Kfouri Kaneoya).

    O coordenador local (2014 – 2015) dos Núcleos de Ensino é Fábio Fernandes Villela, sociólogo, professor do Departamento de Educação do Instituto de Biologia, Letras e Ciências Exatas, IBILCE, da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – UNESP, câmpus de São José do Rio Preto (SP). Qualquer informação adicional sobre os Núcleos de Ensino do Ibilce – Unesp – Câmpus de São José do Rio Preto, entrar em contato pelo endereço, telefone e/ou e-mail presente no website acadêmico do professor (www.fabiofernandesvillela.pro.br). Um vídeo institucional pode ser acessado em: (https://www.youtube.com/watch?v=TbqWHNgqiJA).

  • XII Semana de Pedagogia: Formação de Professores para a Educação do Campo

    Date: 2015.09.05 | Category: CECMundoRural | Response: 0

    Bom dia amig@s do mundo rural!

    Convite a tod@s: XII Semana de Pedagogia: Formação de Professores: Políticas Públicas, Teorias e Práticas Pedagógicas. Destaque para o minicurso no dia 24 de setembro de 2015 (quinta-feira): 1 – Formação de professores para a educação do campo com o Prof. Dr. Luiz Bezerra Neto Graduado em Filosofia / PUCCAMP e Doutorado em Educação / UNICAMP, Coordenador do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Educação no Campo – GEPEC / UFSCAR e Coordenador do Curso de Pedagogia da Terra / UFSCar.

    Imperdível! http://semanadepedagogiaibilce.pro.br/2015/

    Até lá, Prof. Fábio Fernandes Villela.

Nuvem de tags

arte naif arte primitiva moderna assentamento assentamento reunidas assentamentos de reforma agrária campanha fechar escola é crime campanha permanente contra o uso de agrotóxicos e pela vida centro de estudos e culturas do mundo rural cooperativismo educar a cidade educação básica educação cooperativa educação cooperativa e novas tecnologias educação do campo educação patrimonial enff fome fábio fernandes villela fábio villela ibilce insegurança alimentar mst mundo rural música caipira música sertaneja orgulho caipira patrimônio agroindustrial patrimônio histórico pedagogia da viola pedagogia da viola caipira prevenção ao bullying escolar proex projeto de extensão promissão - sp reforma agrária rio preto rio preto - sp segurança alimentar sociologia da educação sociologia rural são josé do rio preto - sp trabalho e educação trabalho no século xxi unesp viola caipira

Categorias

Agenda

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Lista de Links

Tópicos recentes

Pesquisar