Posts Tagged ‘prevenção ao bullying escolar’

  • Congresso de Formação de Professores: de 11 a 13 Abril de 2016

    Date: 2016.04.10 | Category: CECMundoRural | Response: 0

    (O Homem do Futuro, 1933, Paul Klee).

    Bom dia Amig@s do Mundo Rural! Tudo bem?

    Convido a tod@s para o  III Congresso Nacional de Formação de Professores (CNFP) e o XIII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores (CEPFE) que serão realizados em Águas de Lindóia/SP, no período de 11 a 13 de abril de 2016. O tema central é “Profissão de Professor: cenários, tensões e perspectivas”.  A realização é da Pró-reitoria de Graduação da Unesp. Destaco o minicurso sobre este blog de aula Centro Virtual de Estudos e Culturas do Mundo Rural, especialmente utilizado para desenvolver tópicos da área de educação cooperativa para alunos, em situação de bullying escolar, regularmente matriculados em escolas de São José do Rio Preto – SP.

    Website do congresso:

    http://www.geci.ibilce.unesp.br/logica_de_aplicacao/site/index_1.jsp?id_evento=64

    Saudações, Prof. Fábio Villela.

  • Núcleo Negro da UNESP para Pesquisa e Extensão – NUPE

    Date: 2015.10.18 | Category: CECMundoRural | Response: 0

    Boa noite amig@s! Tudo bem?

    Hoje apresento para vcs o Projeto Núcleo Negro da UNESP para Pesquisa e Extensão – NUPE. O núcleo tem em vista desenvolver e estimular atividades de extensão e de pesquisa na UNESP sobre temas atinentes à questão do negro, inclusive em cooperação com outras instituições. O NUPE congrega professores, pesquisadores e alunos da UNESP envolvidos ou interessados em desenvolver pesquisas acadêmicas e atividades de extensão voltadas à questões do negro e/ou que possam subsidiar o pensamento e a discussão dessa temática. O NUPE se vincula à Pró-Reitoria de Extensão Universitária – PROEX.

    São objetivos gerais do NUPE: (1) estimular o trabalho cooperativo, na perspectiva da integração das Unidades unespianas; (2) estimular o estabelecimento de acordos com outras instituições, universidades públicas e privadas, organizações não governamentais e entidades afins, mantendo sempre sua finalidade acadêmica de pesquisa e extensão; (3) facilitar o acesso dos pesquisadores à produção científica no âmbito acadêmico e fora dele sobre a temática do negro; (4) internalizar na UNESP o estudo, a pesquisa e o debate sobre a temática do negro; (5) desenvolver mecanismos de divulgação e difusão da produção e experiência do NUPE; (5) promover o intercâmbio de âmbito nacional e internacional com outras instituições visando ao desenvolvimento do NUPE.

    São objetivos específicos do NUPE: (1) gerar conhecimento novo e relevante sobre questões relativas ao negro;(2) implantar e manter banco de dados temático; (3) divulgar por meio de publicações, eventos e internet os conhecimentos e os dados gerados ou disponíveis em decorrência do Projeto; (4) captar recursos financeiros com o desenvolvimento de pesquisa e extensão próprias, bem como administrá-los.

    O Grupo de Trabalho da UNESP de  São José do Rio Preto é constituído pelos seguintes integrantes: Alecssandro Andrade Rodrigues; Alex da Silva Cardoso; Ana Maria Klein (Coordenadora do GT – Departamento de Educação – Ibilce – Unesp – S. J. Rio Preto), Andreia Cristina Fidelis; Aparecida Saturnino M. Romero; Cláudia Maria Ceneviva Nigro; Daniela Carla Negrini; Davi Souza; Fabio Fernandes Villela; Fernanda Motta de Paula Resende; Humberto Perinelli Neto; Ivan dos Reis Miranda; Lauro Amorim; Luana Passos; Marcos Serzedello; Monica Abrantes Galindo; Regina Aparecida da Silva.

    Maiores informações entrar em contato através do e-mail: fabio@fabiofernandesvillela.pro.br

  • Programa Núcleos de Ensino da Unesp da Pró-Reitoria de Graduação – PROGRAD, Câmpus de São José do Rio Preto

    Date: 2015.09.28 | Category: CECMundoRural | Response: 0

    Bom dia amig@s do mundo rural! Tudo bem?

    Hoje deixo uma postagem sobre o Programa Núcleos de Ensino da Unesp da Pró-Reitoria de Graduação – PROGRAD. O Programa Núcleos de Ensino da Unesp da Pró-Reitoria de Graduação – PROGRAD, Câmpus de São José do Rio Preto tem por objetivos: (1) promover a parceria entre a Universidade e a escola pública; (2) incentivar o ensino e a pesquisa de caráter disciplinar ou interdisciplinar nas unidades de Educação Infantil, Fundamental e Médio do Sistema Público de Ensino; (3) promover ações educativas e inclusivas junto aos movimentos sociais; (4) apoiar a produção de material didático-pedagógico; (5) contribuir com os processos de formação inicial dos graduandos da Unesp e de formação continuada dos professores da rede pública de ensino.

    A Reitoria da Unesp criou os Núcleos Regionais de Ensino com a finalidade de defender o ensino público e gratuito da pré-escola, do 1º e 2º graus. Em cada Unidade Universitária da Unesp existe um Núcleo Regional de Ensino. Cada Núcleo tem um coordenador e um vice-coordenador escolhido por seus pares entre os professores da Unesp que tiveram projetos aprovados pela Pró-reitoria de Graduação, nos últimos dois anos. Os Núcleos de Ensino da Unesp têm por metas prioritárias a produção de conhecimento na área educacional e a formação inicial e continuada do educador, pautadas pela articulação entre ensino, pesquisa e extensão, e nos princípios da cidadania e da justiça social.

    O Núcleo de Ensino é um programa de responsabilidade da Pró-reitoria de Graduação – PROGRAD com objetivo de trabalhar com os cursos de graduação no desenvolvimento de práticas educacionais nas escolas de educação infantil, ensino fundamental e ensino médio, visando a melhoria, compreendida em termos de: (1) competência do profissional a ser formado pela Unesp; (2) competência das equipes técnico-administrativas; (3) competência dos docentes, no que diz respeito às suas tarefas de educadores, vista também pela ótica do ensino das disciplinas que lecionam, e da aprendizagem dos seus alunos; (4) desenvolvimento de programas, cursos, oficinas pedagógicas e de outras atividades relevantes à educação e ao desempenho do profissional; (5) desenvolvimento de temas significativos para a Educação e para a política educacional do Brasil; (6) estabelecer parcerias com prefeituras, diretoria de ensino, escolas estaduais e municipais, sindicatos e movimentos sociais dispostos a transformar a dinâmica da educação; (7) estimular, desenvolver e manter o trabalho em equipe e multi-equipe, no sentido de possibilitar estudos teóricos e práticos, em diferentes especialidades significativas para a Educação; (8) congregar equipes do campus universitário que desenvolvam trabalhos relativos à educação; sejam esses trabalhos subvencionados por agências de fomento ou não.

    O Programa Núcleos de Ensino do Ibilce – Unesp – São José do Rio Preto possui 14 projetos e coordenadores: (1) Meninas fazendo ciências: não provoque, é cor de rosa choque (Monica Abrantes Galindo de Oliveira); (2) Grupo de estudos e diálogos sobre Educação em Direitos Humanos e Diversidades na escola (Ana Maria Klein); (3) O Cinema no ensino da Literatura (Cláudia Maria Ceneviva Nigro); (4) Temática ambiental, Educação Ambiental e o Ensino de Ciências nas séries iniciais (Edilson Moreira de Oliveira); (5) Tecnologias na sala de aula (Eloi da Silva Feitosa); (6) Trabalhando Geometria no Ensino Fundamental com Informática e Material Concreto (Erminia de Lourdes Campello Fanti); (7) Educação Cooperativa e Novas Tecnologias: Projeto de Prevenção ao Bullying Escolar entre Jovens de Escolas de Meio Rural através do Uso de Novas Mídias Sociais (Fábio Fernandes Villela); (8) Observatório de Políticas e Práticas Inclusivas na Educação (Fernanda Motta de Paula Resende); (9) Cine em sala: o emprego de curtas metragens em sala de aula na rede municipal de ensino de São José do Rio Preto (Humberto Perinelli Neto); (10) Elaboração e aplicação de Unidades Didáticas com foco em Representação Química (Jackson Gois da Silva); (11) Repetição, Autoria e a Interpretação da Física de Partículas Elementares Mediante a Leitura de Textos (Leandro Londero da Silva); (12) Da formação continuada à formação inicial: uma intervenção no ensino (da gramática) da língua portuguesa (Lília Santos Abreu-Tardelli); (13) E ai Justino?! Atuação de agentes multiplicadores para orientação sexual entre alunos do ensino médio e fundamental (Luciana Aparecida Nogueira da Cruz); (14) A formação inicial e continuada do professor de línguas como um agente humanizador (Marta Lúcia Cabrera Kfouri Kaneoya).

    O coordenador local (2014 – 2015) dos Núcleos de Ensino é Fábio Fernandes Villela, sociólogo, professor do Departamento de Educação do Instituto de Biologia, Letras e Ciências Exatas, IBILCE, da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – UNESP, câmpus de São José do Rio Preto (SP). Qualquer informação adicional sobre os Núcleos de Ensino do Ibilce – Unesp – Câmpus de São José do Rio Preto, entrar em contato pelo endereço, telefone e/ou e-mail presente no website acadêmico do professor (www.fabiofernandesvillela.pro.br). Um vídeo institucional pode ser acessado em: (https://www.youtube.com/watch?v=TbqWHNgqiJA).

  • Campanha Adote a Ciranda Infantil Saci Pererê da Escola Nacional Florestan Fernandes – ENFF

    Date: 2015.06.21 | Category: CECMundoRural, ciranda infantil saci pererê | Response: 0

    Querid@s amig@s do mundo rural, bom dia!

    Estamos iniciando na nossa região (São José do Rio Preto – SP) uma campanha para arrecadar contribuições para apoiar a Ciranda Infantil Saci Pererê da Escola Nacional Florestan Fernandes – ENFF (leia o texto abaixo). As contribuições serão armazenadas na sala do PEJA – IBILCE – Unesp – Rio Preto (Programa Unesp de Educação de Jovens e Adultos) e posteriormente encaminhadas para a Escola Nacional Florestan Fernandes – ENFF. Dúvidas ou esclarecimentos sobre a campanha entrar em contato com o Prof. Fábio Fernandes Villela, através do email:

    fabio@fabiofernandesvillela.pro.br

    Saudações, Prof. Fábio Fernandes Villela.

    Apoio

    ADUNESP – Rio Preto – Associação dos Docentes da Universidade Estadual Paulista

    CAPED – Centro Acadêmico “Wilson Cantoni” da Pedagogia – Ibilce – Unesp – Rio Preto

    DAF – Diretório Acadêmico da Filosofia – Unesp – Rio Preto

    NARA-RP – Núcleo Ação pela Reforma Agrária – Rio Preto

    GEPEC – UFSCar – Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação do Campo da Universidade Federal de São Carlos – SP

    GEPEDOC – UNESP- Rio Preto – Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação do Campo da Unesp de S. José do Rio Preto – SP

    ICLS – Instituto Cultural Lyndolpho Silva

    PEJA – Projeto Unesp de Educação de Jovens e Adultos, UNESP – Campus São José do Rio Preto – SP

    SSPM – Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de São José do Rio Preto – SP

    ***

    Ciranda Infantil Saci Pererê da Escola Nacional Florestan Fernandes – ENFF

    No ano de 2015 a Ciranda Infantil Saci Pererê completa 9 anos de existência e necessita de contribuições para seu espaço infantil. O recurso recebido vai possibilitar reformar toda a infraestrutura física da Ciranda, inclusive seu parquinho; no entanto, estamos precisando de ajuda no sentido de organizar o interior da ciranda, com brinquedos educativos (jogos, bonecos, blocos de montar, e toda diversidade de brinquedos para a faixa etária de 0 a 12 anos), materiais didáticos e pedagógicos para trabalhos educativos (tinta guache, pinceis, lápis de cor, giz de cera, massa de modelar, cartolina, papel, fita adesiva, cola etc.) e outros materiais importantes como roupas, fraldas, lenços, etc.

    A Ciranda foi inaugurada no dia 04 de novembro de 2006. Nesse espaço as crianças Sem Terrinha de todo o Brasil e América Latina contam histórias, brincam e conhecem as diversas realidades de nosso país e do mundo. É um espaço que busca desenvolver as práticas educativas com as crianças enquanto as mães e pais estão estudando ou trabalhando na Escola. Tem como objetivo trabalhar as várias dimensões do ser criança Sem terrinha, como sujeito de direitos, com valores, imaginação, fantasias e personalidade em formação.

    Busca contribuir no desenvolvimento da criança de 0 a 6 anos, de forma integral, incentivando o hábito da leitura, o desenvolvimento psicomotor e o gosto pelas artes, por meio de oficinas de contação de histórias, oficinas de arte-educação (pintura, teatro, recortes e colagens, desenhos, esculturas) e de brincadeiras e jogos cooperativos, que possibilitem à criança se integrar ativamente em um coletivo, estimulando o aprendizado da criatividade e da cooperação.

    A Ciranda é um lugar de criação, de invenção, de recriar, de imaginar, e também se configura em espaço de construção do coletivo infantil, no qual as crianças aprendem a dividir o brinquedo, o lápis, o lanche, a luta, o compartilhar a vida em comunidade. Assim, as crianças vão se constituindo como sujeito lúdico, resignificando seu brincar e sua experiência cultural.

    Na Ciranda Infantil Saci Pererê busca-se construir uma leitura de mundo transformadora, a partir do diálogo com as crianças Sem Terrinha, cultivando os valores do amor à terra, da solidariedade, do companheirismo, do estudo e do respeito às diferenças, para assim, possibilitar a construção de um mundo que vise a verdadeira emancipação humana.

    Contamos com o apoio dos amigos e amigas da Escola Nacional Florestan Fernandes, para que possamos fazer a Ciranda Infantil Saci Pererê à altura do que lutamos e desejamos para nossas crianças.

    Visite o site da Associação dos Amigos da Escola Nacional Florestan Fernandes – AAENFF :

    http://www.amigosenff.org.br/pt-BR/

  • Conflito e Violência como Novos Espaços de Educação

    Date: 2015.05.05 | Category: CECMundoRural | Response: 82

    Querid@s alun@s, bom dia!

    O conflito e a violência, conforme aponta Petrus (2003, p. 65 – 80), manifesta-se no ambiente escolar através de diversas práticas como, por exemplo, o “bullying”. A partir dos textos propostos no módulo 2, comente as possíveis relações entre a violência, o bullying e as possíveis intervenções para resolução do problema, do ponto de vista das possibilidades de formação omnilateral. Como atividade complementar, os alunos podem assistir os filmes listados abaixo, disponíveis no Youtube, sobre a temática do Bullying. Saudações, Prof. Fábio Fernandes Villela

    Bullying: provocações sem limites:

    https://www.youtube.com/watch?v=B7QHyQsvvlQ

    Bullying: é hora de tomar uma atitude:

    https://www.youtube.com/watch?v=3xdQprk_InI

  • Chega de Bullying: Não Fique Calado!

    Date: 2015.05.03 | Category: CECMundoRural | Response: 12

    Bom dia amig@s do mundo rural!

    Nosso projeto Educação Cooperativa e Novas Tecnologias: Projeto de Prevenção ao Bullying Escolar entre Jovens de Escolas de Meio Rural através do Uso de Novas Mídias Sociais participa da campanha: Chega de bullying: não fique calado! Incentivamos a tod@s a baixar a apostila disponível no website da campanha. Saudações, Prof. Fábio Fernandes Villela.

    Apostila: “Chega de bullying: não fique calado!”

    Nesta apostila são descritas situações que acontecem com meninos e meninas como você e seus amigos e amigas. Certamente, a maioria das coisas é legal e divertida, mas, às vezes, pode haver situações com colegas que não são agradáveis. E mais, que podem ser muito tristes e prejudiciais.

    Por isso, aqui propomos pensar juntos sobre um problema grave, para o qual temos que dizer CHEGA. Esse problema é o bullying.

    Talvez você não conheça essa palavra, mas temos certeza de que poderá reconhecer rapidamente do que se trata depois de ler esta apostila.

    Você e seus colegas poderão completar atividades e participar de jogos que ajudarão a entender bem o que significa incomodar, perseguir, ameaçar ou discriminar alguém, e como se sentem as pessoas que participam dessas situações.

    O programa CHEGA DE BULLYING quer ajudá-lo a pensar sobre o assunto. Conhecer o tema permitirá encontrar novas soluções para um problema que afeta milhões de meninos e meninas. Os adultos próximos a você também devem participar da prevenção e ajudar para que o bullying não ocorra.

    Se você não sabe, é muito importante considerar que todos os meninos e meninas têm direito de ser quem são. Esses direitos estão escritos na Convenção sobre os Direitos da Criança, um tratado internacional do qual fazem parte todos os países e governos da América Latina.

    Esse documento diz que todos os meninos e meninas devem ser protegidos e não discriminados, nem sequer por outros meninos e meninas.

    Por isso, o convidamos a conhecer um pouco mais sobre algumas situações que podem afetar você ou seus colegas. É importante estar informado para poder participar e dar sua opinião sobre tudo o que diz respeito a você e aos que o rodeiam.

    JUNTE-SE A NÓS!

    Website com a apostila: http://chegadebullying.com.br/

Nuvem de tags

arte naif arte primitiva moderna assentamento assentamento reunidas assentamentos de reforma agrária campanha fechar escola é crime campanha permanente contra o uso de agrotóxicos e pela vida centro de estudos e culturas do mundo rural cooperativismo educar a cidade educação básica educação cooperativa educação cooperativa e novas tecnologias educação do campo educação patrimonial enff fome fábio fernandes villela fábio villela ibilce insegurança alimentar mst mundo rural música caipira música sertaneja orgulho caipira patrimônio agroindustrial patrimônio histórico pedagogia da viola pedagogia da viola caipira prevenção ao bullying escolar proex projeto de extensão promissão - sp reforma agrária rio preto rio preto - sp segurança alimentar sociologia da educação sociologia rural são josé do rio preto - sp trabalho e educação trabalho no século xxi unesp viola caipira

Categorias

Agenda

agosto 2017
S T Q Q S S D
« jul    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Lista de Links

Tópicos recentes

Pesquisar